sábado, 29 de dezembro de 2018

Pochetes e armas (parte 2)



Mesmo em missão na fronteira, me matriculei numa academia de musculação. E ontem vi um policial carregando uma pochete pra lá e pra cá enquanto usava os aparelhos. Ele transportava a pochete pela alça, como uma sacola de supermercado. Dentro dela havia um revólver.

Então listo cinco razões para você não utilizar esse tipo de material:

1) Se você for assaltado, a primeira coisa que o ladrão vai pegar é a sua pochete. Se ele tiver perspicácia, vai perceber o peso e a rigidez da bolsa. Ele pode abri-la ou não. Se não abrir, você vai ficar sem a sua arma. Se abrir, ele verá sua arma. E o que ele vai fazer em seguida só depende dele ou do comparsa. De novo, você vai ficar sem a sua arma e talvez sem sua vida.

2) Se apenas levantar a camisa e sacar uma arma já pode apresentar dificuldade, imagine encontrar o fecho da pochete, agarrá-lo com precisão, abrir quase todo o zíper usando os dedos indicador e polegar da mão reativa e empunhar a arma.

3) Como o tamanho da pochete tem que ser compatível com a sua arma, você pode ser tentado a transportar uma arma pequena sem carregador reserva ou speed loader. Além disso, pode ser que você queira guardar outras coisas na pochete (carteira funcional, chave do carro, etc). Ou então você vai carregar uma "mala" pendurada na cintura.

4) A presença da pochete pode indicar que você tem uma arma ou é policial. E isso vai transformar você num alvo preferencial se os bandidos quiserem ganhar uma arma.

5) Por último, mas não menos importante, as pochetes estão FORA de moda.

Siga no canal do YouTube Humberto Wendling

Acesse www.clubedeautores.com.br e conheça os livros Autodefesa e Sobrevivência Policial.
_______________________________________

PARCEIRO

@espartatatico
_______________________________________

#sobrevivenciapolicial
#autodefesa
#eureajo
#instrutor
#defendase
#tirodefesa
#sobrevivenciaurbana
#cienciadaprotecao
#autodefesacontraocrime
#morrernaofazpartedoplano
#policiafederal
#agentesfederais
#operacionais
#armamentoetiro
#treinebastantetreinecerto
#fiqueasalvo
#treinamentopolicial
#espartatatico

Humberto Wendling é Agente Especial, Professor de Armamento e Tiro da Polícia Federal e autor dos livros Autodefesa contra o crime e a violência – um guia para civis e policiais e Sobrevivência Policial – morrer não faz parte do plano.

E-mail: humberto.wendling@gmail.com
Blog: www.comunidadepolicial.blogspot.com
Canal no YouTube: Humberto Wendling
Instagram: @humberto.wendling

Nenhum comentário:

Postar um comentário